• Redação

Temporal atinge distrito e provoca alagamentos em Muriaé

Chuva caiu no fim da tarde de quarta-feira (2) e a BR-116, que liga a cidade à zona rural também foi afetada com inundações e queda de galhos de árvores.

Distrito de Bom Jesus da Cachoeira em Muriaé — Foto: Reprodução/Silvan Alves

Uma forte chuva atingiu o Distrito de Bom Jesus da Cachoeira, em Muriaé, no fim da tarde de quarta-feira (2). O temporal provocou alagamentos em diversos pontos da localidade e também na BR-116, que liga o município ao distrito.


Alguns pontos da rodovia ficaram alagados e ocorreu queda de galhos de árvore na pista. Não houve feridos. De acordo com a Prefeitura, o temporal durou cerca de 20 minutos, mas foi suficiente para provocar a cheia de um córrego que passa pela comunidade.


Esse córrego inundou ruas e chegou a invadir 10 imóveis, com perdas pontuais para os moradores. Uma senhora de 96 anos precisou sair de casa e foi para a residência da filha, que também é moradora de Bom Jesus.


Uma assistente social da Prefeitura, que é moradora do distrito, iniciou ainda na quarta-feira o trabalho de visita aos locais atingidos para verificar necessidades iniciais.


Na manhã desta quinta-feira (3), equipes da Prefeitura seguiram para o local. A Secretaria de Desenvolvimento Social distribuiu cestas básicas, kits de limpeza e colchões. O Departamento Municipal de Saneamento Urbano (Demsur) começou a atuar na limpeza das ruas. Já a Defesa Civil realiza vistoria de possíveis áreas de risco.


Pelas redes sociais, a Defesa Civil fez um alerta à população ribeirinha. A orientação é para terem atenção porque o acumulado de chuva nas últimas 24 horas foi intensificado com as pancadas ocorridas durante a tarde nas cabeceiras dos rios que cortam a área urbana de Muriaé. Somado a isso há previsão de continuidade das chuvas nos próximos dias.


"Devido a isso, reforçamos a necessidade de intensificação do monitoramento dos moradores dos bairros que confrontam com as margens dos rios Muriaé e Preto, principalmente em caso de continuidade das chuvas nas próximas horas", citou a publicação.



Volume de água do rio começa a baixar em Muriaé — Foto: Reprodução/Silvan Alves

Em janeiro deste ano, algumas cidades da Zona da Mata foram bastante afetadas pelas chuvas, inclusive Muriaé. Durante o período, a Defesa Civil do município emitiu alertas sobre os níveis dos rios que cortam a área urbana.


Os temporais provocaram, ainda, erosões, deslizamentos e enormes crateras ao longo das vias de terra dos distritos de São Fernando e Belisário.


Os atendimentos chegaram também as regiões da Gameleira – sentido Barão do Monte Alto, acesso a Usina da Fumaça - via São João do Glória, São Domingos - Rosário da Limeira, Siricuite - Bom Jesus, comunidade Veigas, estrada do Bom Destino - distrito de Pirapanema e muitos outros.



Fonte: G1